segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Livre

A sensação mais próxima do ideal de liberdade ocorre na infância. É quando falam que não soltarão as mãos do guidão da bicicleta, mas mesmo assim soltam. Depois dos gritos e do desespero, a camabaleante bicicleta finalmente se estabiliza, e assim, o agradável vento estampa um sorriso na sua cara. É exatamente nesse momento que você se sente livre, brincando com o tempo e o espaço sem depender de ninguém.

5 comentários:

  1. Saudade...

    a minha primeira bicicleta ficou em BH, ela era roxa. e eu a apelidava, carinhosamente, de "roxinha".
    ai ai

    ResponderExcluir
  2. Depois disso nunca mais. Sorte de quem ainda não teve bicicleta. =)

    ResponderExcluir
  3. A liberdade é o equilíbrio independente.

    ResponderExcluir